sábado, 30 de agosto de 2008

4 em Petrópolis


Era noite, umas 7 ou 8 horas, os quatro sairam juntos, dois garotos, duas garotas, sem lugar pra ir, numa cidade totalmente desconhecida... andaram por uma avenida durante alguns minutos, até a praça principal de Petrópolis, lá decidiram ir ver um filme no cinema local, Bruno, o mais velho, com seus vinte e poucos anos, cabelos louros e olhos verdes chamou um taxi, enquanto Felipe, Amanda e Carol discutiam sobre que filme assistir:

"Um de ação, qualquer um, mas tem que ter ação!!!" Felipe disse, não suportaria outra comédia bizarra de amor, bastavam as que ele fora forçado a assistir por seu primo num "Encontro às escuras". "Filmes de ação são ruins, quero um de romance." Disse Carol, abraçando o braço de Bruno fortemente enquanto ele acariciava os longos cabelos ruivos dela. "Vamos Felipe, vai ser divertido..." Disse Amanda, a mais nova do grupo, com seus 16 anos e seus cabelos negros e cacheados, que agora abraçava um Felipe chateado e resmungão.

Pularam no taxi, e pararam num desses Shoppings de cidade do Interior, mas com muita gente, até bem movimentado, da portaria direto pra fila do Cinema, muitos foram assistir "Hancock", ou "Batman: The Dark knight", assim como Felipe achava, os filmes de ação estavam em alta, sem romances nem nada, compraram entradas pruma comédiazinha meia-boca. Pipoca ?! pra quê ?! Bruno e Carol não foram lá para assistir o filme, se pegaram com força assim que as luzes se apagaram, Felipe, sentado ao lado de Amanda, tentava se concentrar no filme, enquanto Amanda era só olhares pros dois pombinhos ao seu lado.

"É falta de educação ficar olhando os outros se beijarem ..." Disse Felipe, com um sorrisinho nos lábios, Amanda corou, não sabia o que iria responder, Felipe, que agora tinha virado seu rosto para Amanda, olhava diretamente em seus olhos, ela nem reparou que seu rosto, lentamente, como se fosse um ato involuntário se aproximava do dele, só repararam no beijo, um longo beijo que se sucedeu por alguns minutos, sairam de lá de volta para o Hotel, quatro amigos, dois casais, pegaram as chaves na recepção, dois para cada quarto, a noite é uma criança, e a deles estava apenas começando ...

5 comentários:

Klaus disse...

Porra, lá vem o Nyo com romances policiais xD

Aí, beeeem que eu ia te perguntar "Como foi sua viagem à Petrópolis, semana passada?", mas acho que isso sugere muita coisa xD

IUHEiuehieuhieUE

Apesar do finzinho ser bem auto-explicativo, demorô a continuação, hein! =)

Nyo~* disse...

Pior que isso num tem nada a ver com a minha viagem pra Petrópolis ... mas gostei de como a História se desenrolou ... quem sabe num viro um crônista ?!

Agora Alem de Causos, Frases, e outras merdas, o Plural tambem tem lá suas Crônicas ... tá certo que nunca serão umas "Crônicas de Narnia" ou uma "Alma Encantadora das Ruas" mas vá lá ...

Cya o/

Anônimo disse...

Que coisinha mais rômantica!!!
Nem gosto disso ¬¬

dsaKDOpASKpdosakOdsa

Fico até legal pra quem gosta, mas como ja disse, não gosto dessas coisas melosas ¬¬

By K0dama

Yuukura disse...

Vc q fez Nyo? ficou fodah!!! =D
parabens mano
ksus

Lobão disse...

Tarado!!

Vou chamar o titio Sabrina Patrick pra pegar teu pé à noite!
O Klaus que o diga...

Essa libertinagem é foda!

PS: Comédias à parte, crônicas!! Dividemos o Plural! Ahááá!