domingo, 8 de agosto de 2010

Maldita Inclusão Digital


Antigamente, para ser considerado um cidadão, pedia-se alguns documentos, como RG, CPF, carteira de trabalho, etc... mas notaram como as coisas vêem mudando? Hoje, nas entrevistas de emprego e afins já pedem MSN, orkut... de fato, ferramentas muito úteis n'um mundo globalizado, onde a informação segue um fluxo muito superior à capacidade de armazenação da mesma. Porém, não seria isso uma doença?! Parei pra reparar nisso no dia em que fiz meu cadastro no Deviant Art; fazer cadastro, algo normal. Aí vem informações pessoais, como hobbies, formas de arte as quais me interessam, etc. Beleza, tudo supimpa. Logo mais tem "Orkut, MSN, Skype, E-mail, ICQ, Website..." PORRA! Daqui a pouco só me falta adicionarem "Twitter, Formspring, Facebook, My Space, Youtube Channel" e afins!




Digo, esses itens deixaram de ser algo meramente adicional, uma informaçãozinha a mais, um diferencial. Passaram a ser algo quase imprescindível. "Você não tem TWITTER!? Sério?! Não faz parte da Twittosfera? Então você não existe! Morreu no século passado!" Será que essa pirralhada toda e os demais adultos infectados pela MID (Maldita Inclusão Digital) não percebem que tudo isso não passa de uma forma a mais para chamarem a atenção, para serem encontrados, para mostrarem a Deus e ao mundo o quanto são carentes?! Alguém que perde sua vida em sites de relacionamentos e afins, pra mim, não passa de alguém que precisa de amigos, que precisa da virtualidade para se autoafirmar como ser humano existente. Patético é a melhor definição. Precisa de amigos, precisa descobrir o que é viver independente da dependência de desconhecidos. Viver é bom, vocês é que complicam. Viver é como andar de bicicleta, para se estar em equilíbrio, precisa estar em movimento. Internet é para quem sabe utilizá-la como ferramenta, e não como forma de vida. Sites de relacionamento existem para encurtar distâncias, e não criá-las!

Aplausos para a MALDITA INCLUSÃO DIGITAL!!



O que pensam a respeito? Aliás, já pararam pra reparar nas aberrações desse nosso cotidiano? Humanidade, passe adiante! Quem sabe no próximo século já tenhamos curado 30% da população!?

3 comentários:

paopao.paopao.pao disse...

"Internet é para quem sabe utilizá-la como ferramenta, e não como forma de vida."(...)
Very good... A internet não foi inventada para ser um meio de comodidade, mais e mais jovens estão deturpando a imagem do real significado de criação dessa ferramenta de trabalho. Claro que ela facilitou nossa vida em vários outros aspectos e áreas, tanto como interpretando o papel de correio, como de banco de dados... Mas enfim, o seu post está muito bem estruturado e fez-me lembrar de uma música do David Byrne, a Lazy.

Klaus~! disse...

Né!! Parece que o virtual tornou-se um tanto mais necessário que o real. As pessoas se distanciam, vendem sua liberdade de pensamento e privacidade, e isso porque é sempre mais fácil quando alguém toma as decisões por nós. Um filme que recomendo (tanto pela ação, quanto pela temática) é GAMER, com Russel Crowe.

Mas muuuuuuuuuito obrigado pela opinião, Pãozinha =***

Vivi disse...

Tá estou comentando muitooooooo depois do post mas só agora tive tempo e estou aproveitando pra ler todos. Bem essa coisa de inclusão digital é um faca de dois gumes como vc mesmo disse. Eu até pouco tempo não tinha orkut e raramente usava meu msn...era vista como et e sempre ficava de fora de alguns assuntos. Então acaba sendo aquela coisa do tipo...se não pode vencer...mas como tudo na vida é questão de moderação e bom senso.