segunda-feira, 3 de maio de 2010

EU TAMBEM QUERO JOGAR !!


Boooooooa Noite Amigos Pluralênces... belezinha ?! Tudo Bom ?! ENTÃO FALA OÊ AE CARAI !!

Depois desse grito que deve ter feito sua mãe se perguntar porque foi engravidar, Vou fazer outra perguntinha pra vocês: Vocês gostam de jogar videogames ?!
Se você for homem, deve ter soltado um "FUCK YEA!" que fez seu irmão te olhar com uma cara de "Nossa... que retardado!", Se for mulher, deve ter pensado naquele Super Nintendo ou Mega Drive do seu irmão mais velho, onde você teve um rápido, mas inesquecível contato com o Super Mario Bros ou Sonic, que marcou sua vida pra sempre. Afinal, os clássicos marcam sua geração de uma forma inesquecível, foi assim com Beethoven, Foi assim com Da Vinci, por quê não seria com o Alex Kidd e o Sonic ?!

Se você tem o mínimo de conhecimento sobre coisas para se comprar no Brasil, sabe que aqui, o que aumenta o preço (PRACARAIO!) das coisas são os impostos, se bobear, daqui uns anos vão cobrar imposto por cm³ de ar que você respira. Má' colocando isso nos videogames, um videogame de última geração, hoje, no Brasil, custa em média 1000-1300 Reais, isso mesmo, é mais do que a sua avó, seus tios e seus pais te dão de Aniversário, isso quando te dão alguma coisa que não é roupa usada do seu irmão mais velho. Comparando o preço dos videogames no Brasil com um país grande, tipo os E.U.A.

AQUI (Média) = R$ 1100,00

E.U.A. (Média) = US$ 300,00 (Passando pro bom realzito = R$ 600,00)

Agora é a hora que o povo chia, falando que num tem nenhum imposto ai e panz e talz, colocando impostos alfandegários, taxa de importação, alíquota do ICMS (Nem sei o quê é isso, mas coloca ela tambem), Lucro, imposto de venda, e mais o absorvente da namorada do vendedor, devia sair por uns R$800,00 , assim... BEM MAIS BARATO que o que chega pra gente né ?!

E ainda perguntam por quê tem tanta pirataria no Brasil.


O Brasil representa 0,5% do Mercado mundial de jogos digitais, enquanto o México representa 2% ! porra, tâmo perdendo prum lugar que só tem terra vermelha e, que o principal produto de exportação é Cachaça feita de Agave Azul (Vulgo: Tequila)

Mas ainda existe solução pequenos gafanhotos e mafagafos, existe uma lei tramitando no senado em busca de aprovação, que pode diminuir instantâneamente o preço dos videogames (Mais rápido que esse miojão ai que tu tá comendo). Infelizmente, os deputados e senadores ainda não votaram essa lei, afinal sempre estão ocupados procurando um jeitinho de não trabalhar e continuar recebendo por isso.

Por isso, este pequeno tónico e toda a família Gamer do Plural pede a vocês para que juntem-se à nós para forçar a aprovação dessa Lei, afinal, EU TAMBEM QUERO JOGAR, sem pagar muito, claro!


Mais info: http://www.impostojustoparavideogames.com.br/index.html

3 comentários:

Klaus~! disse...

Aaaaaaaaahh mulêke!

E pior qu'é verdade. Não adianta tentar apenas combater a pirataria. Faz-se necessário baixar os impostos, não apenas sobre games, mas também DVDs, CDs, etc, livros, etc.

Algumas fábricas estão vindo pra cá, o que ajudará adiminuir o preço (espero, né). Mas essa luta é de todos nós. Comentem, assinem a petição, e vamos jogar \*o*/

Nelson disse...

axo uma puta falta de sacanagem esses impostos... por isso tantas vezes a pirataria eh a unica saida...

Iodes ;* disse...

APOIADO!
Eu acho ainda que deviam criar um bolsa-videogame.