domingo, 18 de julho de 2010

Show de nostalgia: telinha dos ANOS 90!

Olá pessoas! Como vão vocês? Espero que bem. Às vezes me perguntam minha idade. Nunca entendi o que rola que algumas pessoas ficam encanadas pela idade. "Hehehe, tenho 25 (brinks... rsrs tenho 37)". 37, sério? Sou mais velho que tu, manolo! Mas então, há alguns meses me aconteceu algo que trouxe à tona muuuitas e muitas lembranças dos anos 90. Cara, que época!

Acha que tô zuando!? Ok, então tu é um (a) jovenzinho (a) que joga xbox, play3, né?! Nunca sonhou em ter um NINTENDINHO, não?! Acha que é O FODA no God Of War? Já tentou jogar Resident Evil 1? E os que se acham adultos, vão negar que assistiam CHIQUITITAS, né?!?!?!


Pois é, então nessa série de posts falarei um cado sobre essa doce época, a geração Alex Kidd, as sensações musicais, ascendência e declínio de uma das melhores épocas de minha vida, a começar pelos filmes!



1990 - Começamos a década já trazendo continuações de filmes excelentes da década de 80, como História Sem Fim II (The NeverEnding Story II), Gremlins II, a Nova Geração (Gremlins II: The New Batch) e Duro de Matar II (Die Hard II)! Não podemos esquecer, claro, de Pesadelo Final: A Morte de Freddy (Freddy's Dead: The Final Nightmare), e Brinquedo Assassino II (Child's Play II)! Saindo das sequências, Johnny Depp surpreende com sua habilidade de não ser reconhecido em Edward Mãos de Tesoura (Edward Scissorhands); Arnold Shwarznegger vai para Marte curtir uns bons tiros e se esconder dentro de uma mulher careca em O Vingador do Futuro (Total Recall); e quem não batuca os pés ao ouvir a bateria do tema de Uma Linda Mulher (Pretty Woman)?! Para quem não lembra, foi nesse ano que Macaulay Culkin garantiu seu espaço na telinha com Esqueceram de Mim (Home Alone). Mas o cinema nacional também não ficou parado: Uma Escola Atrapalhada e Lua de Cristal fechou a infância de muitos com aquele toque especial de piadas inocentes.

1991 - Continuando a parte "infantil", Disney lança A Bela e a Fera (The Beauty and The Beast) como um de seus clássicos mais belos; E de histórias infantis surge Robin Hood, o Príncipe dos Ladrões (Robin Hood: Prince of Thieves) estrelado por Kevin Costner. Charlie Sheen vem com tudo em Top Gang - Áses muito Loucos (Hot Shots!), mas a saga de Chucky continua aterrorizando com Brinquedo Assassino III (Child's Play III). Outro filme assustador, porém brilhante, é O Silêncio dos Inocentes (The Silence of the Lambs) dando bastante entusiasmo aos filmes de estudo psicopata. Mas o que provavelmente mais marcou esse ano foi ele, o governador da California, em Exterminador do Futuro II (Terminator II Judgment Day), entrando para o Hall de Clássicos da Tela Quente!!



1992 - Macaulay Culkin volta em Esqueceram de Mim II (Home Alone II), e não falarei das demais sequências da franquia por não conhecê-las; outra criança que brilha nas telinhas nesse ano é Elijah Wood, em Day-o, Um Amigo de Infância (Day-o). Disney continua investindo no 2D com Aladdin, mas quem gosta de ação e suspense correu pra ver mesmo Drácula de Bram Stocker (Bram Stocker's Dracula) e Máquina Mortífera III (Lethal Weapon).

1993 - De 93 são poucos os que me lembro. Há aquele Abracadabra (Hocus Pocus), da Disney, com o gato que num morre e uma bruxa loira, baita d'uma gostosa, viu! Tim Burton volta, dessa vez com sua magnífica animação, O Estranho Mundo de Jack (Tim Burton's The Nightmare Before Christmas). O chocante A Lista de Schindler (Schindler's List) deixa muitos em reflexão diante ao horror do Holocausto, mas não se compara à super produção O Parque dos Dinossauros (Jurrasic Park), de Steven Spilberg!!

1994 - História Sem Fim III (The NeverEnding History III) traz o fim da franquia, e Tarantino vem conquistando seu espaço com Pulp Fiction, Tempo de Violência (Pulp Fiction), que garantiu a Samuel L. Jackson uma das mais célebres frases do cinema. Brad Pit, Antonio Bandeiras, Tom Cruise, muito sangue e suspense em Entrevista com o Vampiro (Interview with the Vampire: The Vampire Chronicles), um dos melhores filmes da década! Tom Hanks encarna o simpático Forrest Gump, o Contador de Histórias (Forrest Gump), e Jim Carrey dispaaaaaaaara no campo do humor com O Máscara (The Mask), Debi & Lóide, Dois Idiotas em Apuros (Dumb & Dumber) e Ace Ventura: um Detetive Diferente (Ace Ventura: Pet Detective)!! Mas nada até agora consegue deixar a marca que a Disney deixou com O Rei Leão (The Lion King), de longe o melhor de seus clássicos, em questão de animação, trilha sonora, história, TUDO!



1995 - Esse é um ano para os maiores! Bruce Willis dá sequência em Duro de Matar III (Die Hard III), Johnny Depp com Don Juan DeMarco, Antonio Bandeiras dispara com A Balada do Pistoleiro (Desperado), Ace Ventura II - Um maluco na África (Acen Ventura II: When Nature Calls) estrelado pelo hilário Jim Carrey, o glorioso Coração Valente (Braveheart), estrelado e realizado por Mel Gibson, além do filme que criou outra das frases mais citadas do cinema, Apollo 13, com Tom Hanks e seu "Houston, we've had a problem...". Adam Sandler, protagoniza e escreve o roteiro de Billy Madison, um Herdeiro Bobalhão (Billy Madison). Mas a novidade é a entrada da Pixar na jogada, com o consagradíssimo Toy Story, seu primeiro longa-metragem.

1996 - No cinema infantil há pouco que me lembro dessa época. Na verdade, apenas de James e o Pêssego Gigante (James and the Giant Peach) mesmo, e por indicação da Fróh! Outros sucessos da época foram The Wonders: o Sonho não Acabou (That Thing You Do!), Romeu + Julieta (Romeo + Juliet) e Um Maluco no Golfe (Happy Gilmore). Mas o suspense liderou com Pânico (Scream) e As Bruxas de Salém (The Crucible).

1997 - Um ano de outras superproduções, muuito disputado! As animações ganharam espaço pelo Oscar com Anastásia (Anastasia) e Princesa Mononoke (Mononoke Hime), e o humor parodiando cada vez mais os clássicos norte-americanos, como em 000 - Um Agente nada Discreto (Austin Powers: International Man of Mystery) e George, O Rei da Floresta (George of the Jungle). A sequência O Mundo Perdido: Jurassic Park (Jurassic Park: The Lost World) manteve a fé nas continuações. Mas a estatueta de ouro foi mesmo disputada por dois filmes: o emocionante A Vida é Bela (La Vita È Bella) e a megaprodução Titanic. Pela história, votaria em A Vida é Bela, mas pelo trabalho em reconstruir odo aquele ambiente do navio, Titanic levaria a maior parte do bolo - mesmo porque, fala sério, há quem tenha ido no cinema 17 vezes para vê-lo! Se contar os malditos agudos de Celine Dion!!!

1998 - A saga de Chucky pulou para um abismo em A Noiva de Chucky (Bride of Chucky), mas não desanimem! É um ano glorioso para o cinema! Pixar lança Vida de Inseto (Bug's Life) enquanto a Dreamworks entra na jogada com FormiguinhaZ (AntZ); a ação come sooolta com Máquina Mortífera IV (Lethal Weapon IV), Armageddon, A Máscara do Zorro (The Mask of Zorro) e o premiadíssimo O Regate do Soldado Ryan (Saving Private Ryan)! Cameron Dias vira caça em Quem Vai Ficar com Mary? (There's Something About Mary), e o suspense japonês começa a crescer com Ring: O Chamado (Ringu). O romance já esquecido também mostra sua face em Shakespeare Apaixonado (Shakespeare In Love) e Cidade dos Anjos (City of Angels); o Brasil concorre pela primeira vez ao Oscar com Central do Brasil, muito bonito, emocionante mesmo, mas não tanto quanto O Show de Truman (The Truman Show), com Jim Carrey.


1999 - Em nosso último ano dessa década dourada, podemos observar que o mercado já não está apenas fechado aos norte-americanos, apesar de ainda serem maioria esmagadora. Muitos sucessos vieram desse ano, então vamos a eles! Falando de Show de Truman, que trata muito de filosofia, vamos para Matrix, que mistura ação, filosofia e muita tecnologia! Brendan Fraser vem com tudo em A Múmia (The Mummy), e Tom Hanks, novamente ele, com outros grandes atores, fizeram muitas pessoas chorarem em À Espera de um Milagre (The Green Mile); M. Night Shyamalan, Bruce Willis e Haley Joel Osment surpreendem com o aterrorizante O Sexto Sentido (The Sixth Sense), mas a criançada fica tranquila, pois é aí que lançam Toy Story 2!! O suspense conta com A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça (Sleepy Hollow) e o pseudodocumentário (que me deu um medo do caralho!!!) A Bruxa de Blair (The Blair Witch Project). Filmes de comédia adolescente também surgem nessa época, com Ela é Demais (She's All That), meu besteirol favorito, American Pie: a Primeira Vez é Inesquecível (American Pie) e com a inesquecível luta de Heath Ledger para conquistar Julia Stiles em 10 Coisas que Odeio em Você (10 Things I Hate About You).

Beleza Americana (American Beauty) chama a atenção por demonstrar a pedofilia presente na sociedade, mas meu favorito, não adianta, Adam Sandler em seu melhor filme, O Paizão (The Big Daddy). Choro sempre que vejo =)



Bom galera, texto ficou grande, mas espero que gostem, foi com carinho e sem tempo! Quais outros filmes dessa época gostosa vocês e lembram? Aliás, O QUE MAIS DESSA ÉPOCA AINDA SE LEMBRAM? Conte-nos mais!!

7 comentários:

Flavia disse...

Muito bom o Post..^^
Quando vc me perguntou na hora não lembrei, mas depois refletindo eu recordei de mais 2 filmes que pode se dizer que marcaram pra mim,O jardim Secreto e A Princezinha(hihihiii).. haaa e gostaria de enfatizar que Vida de Inseto pra mim foi morrr!!! Eu devo ter assistido esse fime umas 50 vezes(to falando sério¬¬).

Fuime =***

paopao.paopao.pao disse...

Muuuito booom... Foram bons aqueles tempos, good memories!!! Você podia fazer um outro post trazendo de volta as músicas mais marcantes... HUAHuhuaAHUAH vai demooorar pouco não é mesmo? Congrats pelo post.

Elisa disse...

Aaahh!! Mto mágico lembra desses filmes!!
Confesso q tem uns ai q sempre q eu vejo eu choro.. T_T''
*emociona*
e q otros eu nunca consegui ver.. ¬¬''
vo anota os q nunca vi pra ver!!
um dia eu consigo!! o/
Enfim.. muuuito boom o post!! ^^

P.s.:e qndo Fró diz q Vida de Inseto era mooorr pra ela, acredite: Ela diz a verdade!! *lembranças do passado psicótico de fróh**

Nyo disse...

Cara... Só Filmes épicos ali !
Alguns são tão bons que merecem serem vistos novamente, outros são melhores como estão nas nossas mentes mesmo.

Quem não viu pulp, favor ver, frases e cenas mais épicas do Cinema mundial.

E tenho dito.

Vivi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vivi disse...

Post perfeitooooooo e mega bem escrito *.* Parabéns!!!!
Vc lembrou da grande maioria dos filmes que marcaram cada ano.
Muitos filmes ai fizeram agente se emocionar e estão marcados até hj em nossas vidas.Me lembro que minha mãe me colocou pra assistir ''A Lista de Schindler'' pra poder entender o que nossos ancestrais tinham passado.E isso eu tinha 9 anos hsuahsahsausas TENSO.Eu sou uma fã assumidíssima de Tarantino, Tim Burton e Stanley Kubrick então adorei o fato deles serem lembrados.Só uma pequena correção o ano de lançamento de ''A Bruxa de Blair''(que estava no cinema junto com American Pie) e ''A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça'' foi em 99 e não em 96.Tá bom eu sou uma cinéfila chata hsuahashausas.

Klaus~! disse...

Ah é, é?! Minhas referências estavam erradas, então =/ Mas corrigirei, valeu Vivi!

Muuuito obrigado, galera =D Fiquei com medo de num lerem, post ficou grande pra caralho... mas sério, feliz mesmo que cês leram e gostaram =D Prometo maneirar nos próximos.

E medo das psicoses da Fróh Oo'