terça-feira, 16 de novembro de 2010

Confissões de um Bêbado

Encosto no ponto. "Agora só falta o ôns não passar" - penso, solitário na noite. Nenhuma alma viva na rua, o local perfeito pra ser assaltado, estuprado, sequestrado,ou morto a tiros sem motivo aparente. O tempo é meu inimigo, e pra não ver o tempo passar, uso meu fone de ouvidos e as musicas do meu celular pra me acompanhar.
Conto os minutos pro onibus vir, passam dois juntos, nenhum deles servem pra mim, continuo a esperar, apenas observando o movimento de pessoas suspeitas, quando:
- "Ei carra, tem un cigarrrro ai ?!"

Ouço alguém falar às minhas costas.
- "Não, não fumo..." Respondo ríspidamente, mas antes que pudesse esboçar uma reação, ele diz:
- E nem uma Ajudinha ai não ?
- Só se for Psicológica !
- Tá... então, eu tô com uns problemas... tudo começou quando...
Ódio, ódio, ÓDIO !! "Mas será possivel ??! Como alguém começa a contar os problemas pra qualquer um na rua ?!". Pensava eu, enquanto isso o bêbado continuava falando.

- ... E eu encontrei ela, ela foi a primeira mulher da minha vida, e nósss nos beijamos no mesmo dia, tudo ia muiiiito bem, até começamos a narrrmorar, mas... mas...

Os olhos do bêbado ficaram marejados, eu já tinha visto aquela cena antes, ia ser foda aguentar mais alguns minutos. Tentei jogar uma desculpa, mas não sabia o que era pior, largar um bêbado apaixonado no centro da cidade enquanto ele tenta desabafar, ou ouvir o desabafo do bêbado... escolhi a segunda opção.

- ... e ela era uma maravilha, ela até fazia um negócio com o dedo em mim...
- OPA !! Tá entrando em detalhes demais cara...
- dixculpa seu doutor, mas eu tenho que explicar o porque disso tudo, e nós faziamos tuuudo, era ótimo, ela era ótima, e ela fazia biscoitos pra mim, e ia me visssitar no trabalho. Até que um dia...
- Um dia ?!

O Bêbado dormiu... mas não dormiu de qualquer jeito não, o cara dormiu em pé, na minha frente ! A chance de fugir estava ali, contornei o bêbado bem devagarinho e pensei "Amanhã não passarei de um devaneio de um bêbado muito louco.". Contornei o bêbado e apertei o passo, mas Deus não vai muito com a minha cara, ou ele gosta de me sacanear, foi só eu virar as costas pro bêbado, ele acorda, dependura em meu ombro e começa a chorar:

- Puque ela fez isso ?!! Eu peguei ela com dooooooois, DOOOOOOOOOOOOOOOIS na minha cama !! Puqueeee, puuuuuuuuuuuurqueeeeeeeee !!!
- AH!! ME LARGA PORRA !!
- Dotô, me exprica purquê !? Aquela vagabunda me largou pra ficar com dois dotô... dois !!
- Err... bem cara... nem sei o quê dizer...
- Eu vou é voltar pra casa e matar a vagabunda...
- Matar a vagabunda ?!
- É, vou matar aquela vagabunda, ela vai aprender que nenhuma vagabunda me trai e fica por isso mesmo !!!
- Bem... acho isso errado, mas na atual condição que você se encontra, faça o que te der vontade...

Foi quando eu vi, a coisa mais linda do mundo estava vindo na minha direção, o ônibus parado no sinal à alguns metros de distância - Mal pude me conter - enquanto isso o bêbado fazia juras de maldição a mulher que lhe havia corneado com dois "fernandões" de uma vez.
- Cara... meu ônibus tá vindo, tenho que ir...
"- Dotô, muiito 'brigado, foi óthimo falar c'ocê" Disse um bêbado um pouco mais feliz, que começou a atravessar a rua enquanto me agradecia. Nunca me esquecerei da última frase da nossa conversa:

- CARALEO MANO, SAI DAÍ !! OLHA O ÔNIBUS !!!

5 comentários:

Elisa Raabe disse...

shaUISHUaihsiuAHSashauSHahAUSHashaUSHUaihsSHau
Caaara.. eu amo [e odeio] bebados [na mesma medida e pelos mesmos motivos]!!

BABN disse...

HUAHUAHUhuhauhauahuahuahuahuahuahauhuahuahuahuahuah... q horror vc deu moral pra idéia do bêbado de matar a vagaba deleee ><

Flavia disse...

Veeeeeeey..
Imaginei a cena perfeitamente!!!
Acho que é poque tenho uma certa experiência com bêbados ¬¬

Bem que situação...!corno tadin ^^

Klaus~! disse...

Aversão total a bêbados --' Corro deles, rezo por paciência, porque com força, acabo matando um.

Mas tipo: DOIS? Só falta serem pretos! O bêbado, inclusive, devia ter saído d'um pagodinho ligeiro quando te achou!


Bom... ri demais do final xD

Vivi disse...

Eu não tenho o minimo saco com bebados...Adorooo beber
Nada contra os devotos Mezis Poréeeeeem acho que todos tem o direito de beber o quanto quizer desde que consiga chegar em casa em cima das proprias pernas e não encher o saco ou dar trabalho pra ng...
E lembrando sempre do famoso ditado. * de bebado não tem dono
hsuashuasasas